• JFS Engenharia e Consultoria

Como desenvolver a resiliência no trabalho


Suportar as pressões e adversidades e saber ser flexível diante dos desafios, aproveitando estas circunstâncias e até mesmo os erros e falhas para gerar crescimento é a essência da RESILIÊNCIA.


Ter ou não resiliência depende do conjunto de crenças ou modelos mentais que uma pessoa possui. O conjunto de experiências e vivências que uma pessoa teve ao longo da sua vida é que geram nele crenças, valores ou disposições mentais. Por exemplo: “Eu sou burro, não consigo aprender”; “Eu não mereço o sucesso porque não sou bom o suficiente”; “ricos são desonestos, por isso eu nunca serei rico”; “homem não chora”...


George S. Barbosa, PhD em Coaching e Resiliência, estabeleceu oito fatores para desenvolver a resiliência, frutos de um amadurecimento mental.


1. Autocontrole: habilidade de dominar a si mesmo, o modo como consegue administrar as próprias emoções perante situações inesperadas. É o amadurecimento no comportamento em relação ao que será lido pelas outras pessoas.

2. Leitura Corporal: habilidade de perceber, conter e/ou redirecionar os impulsos do sistema nervoso/muscular. É o amadurecimento na maneira de lidar com as reações somáticas em situações de estresse.

3. Otimismo para com a vida: habilidade de não perder a esperança e enxergar a vida com alegria e sonhos. É o amadurecimento em relação ao destino de vida, mesmo sabendo que a decisão não depende só de você.

4. Análise do ambiente: habilidade para perceber as causas, as implicações e relações dos problemas e adversidades que se encontram no ambiente.

5. Empatia: habilidade de colocar-se no lugar dos outros compreendendo suas necessidades e emitindo mensagens para promover a aproximação e interação com eles.

6. Autoconfiança: habilidade para confiar em si mesmo. Ter convicção de sua eficácia diante daquilo que faz.

7. Alcançar e manter pessoas: habilidade para vincular-se com outras pessoas sem medo de fracasso, sabendo conectar-se, formando e mantendo uma forte rede de proteção e apoio.

8. Sentido de vida: habilidade para encontrar e compreender o propósito vital da própria vida. Ao promover o valor da vida, tudo passa a ter mais sentido e isso capacita a pessoa a preservá-la.


A resiliência se mostra como capacidade de superação, uma habilidade de sobreviventes que dominam a arte de dar a volta por cima. Essa é uma competência essencial para as pessoas porque as mantém em busca de seus objetivos sem se abalarem por qualquer coisa. Mas lembre-se: ninguém é resiliente o tempo todo!


Aqui na JFS procuramos cultivar a resiliência, especialmente diante das dificuldades que surgem e dos desafios que temos que superar nos projetos que realizamos. Por isso, tenha certeza, seja qual for a sua necessidade, com nossa resiliência e nossa expertise, nós vamos resolver!


(ADAPT.: https://blogrh.com.br/resiliencia/)

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo